Free songs
Vilhena, Rondônia, - E-Mail conesulnoticias@hotmail.com

Página inicial / Capa / SAAE detecta ligações clandestinas e desvio de água em Vilhena

SAAE detecta ligações clandestinas e desvio de água em Vilhena


Notícia publicada em 11 de agosto de 2017

Diretor diz que intenção não é punir, mas sim de regularizar situação

 kkk

Em Vilhena, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) apertou o cerco contra o furto de água na cidade. Neste mês de agosto, a autarquia realiza uma fiscalização ostensiva para detectar ligações clandestinas.

Nesta semana, através de denúncias e ligações anônimas, a autarquia identificou três ligações irregulares. “Fizemos a constatação e os responsáveis foram autuados com multas”, conta o chefe do setor, Milson Canhete.

“Encontramos desvios na rede de abastecimento do setor chacareiro, linha 135, local onde os usuários realizaram ligação clandestina”, destacou Milson.

Para quem for pego em alguma infração na rede de abastecimento de água, a multa é pesada, podendo chegar até o equivalente a R$ 1.300,00, conforme a Portaria 670/2017. Além da multa, o infrator poderá responder à ação judicial.

“A cada fraude encontrada, estamos comunicando o usuário e caso necessite solicitamos apoio policial. A pessoa que comete esse tipo de sabotagem poderá responder criminalmente por furto de água”, alertou o diretor do SAAE, Arijoan Cavalcante.

Ainda, segundo Cavalcante, a intenção da autarquia é alertar a população para a regularização espontânea de ligações clandestinas de água. “Nossa intenção não é punir, mas sim que todos estejam dentro da regularidade”, disse.

“Vale destacar que o usuário que se encontrar em situação irregular e voluntariamente procurar o SAAE, poderá fazer a negociação e regularização de sua situação. Além de ser ilegal, quem faz ligação clandestina prejudica a qualidade do fornecimento de água de toda população”, finaliza Arijoan.

Comentários

Faça seu comentário

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos requeridos são marcados *

*

Ir para o topo