Free songs
Vilhena, Rondônia, - E-Mail conesulnoticias@hotmail.com

Página inicial / Eventos / Matar o criminoso e salvar o homem: APAC realiza audiência pública nesta sexta-feira

Matar o criminoso e salvar o homem: APAC realiza audiência pública nesta sexta-feira


Notícia publicada em 17 de novembro de 2017
Programa tem taxa de 90% de reintegração à sociedade.apac
Na noite desta sexta-feira, 17 de novembro, às 19h30 acontece uma audiência pública da Associação de Proteção e Assistência a Condenados (APAC) na Câmara de Vereadores de Vilhena, onde diversas autoridades que apoiam o projeto estarão presentes, entre eles o presidente da Câmara de Vilhena, Adilson de Oliveira.
A APAC é uma organização civil sem fins lucrativos que trabalha com um modelo humanizado de tratar detentos buscando sua recuperação e reintegração à sociedade. O método foi criado em 1973 e hoje se encontra presente em 27 países.
Um dos lemas da APAC é “Matar o criminoso e salvar o homem”, explica Renato, que o objetivo é salvar o homem que cometeu erros e matar o criminoso que havia nele.
No Brasil a APAC teve seu início em Minas Gerais e se tornou referência na recuperação de detentos. A taxa de reincidência por parte dos detentos que passam pelo método é de apenas 10%.
Outro ponto de destaque da APAC é o custo por preso mensalmente que vária de R$ 600 a 1000, sendo que no Brasil o menor custo por preso é no Estado de São Paulo, onde cada detento custa aos cofres públicos R$ 1.450,00.
A APAC idealizada pelo funcionário do Ministério Público, Renato Vieira, que desde 2015, buscava a implantação da APAC em Vilhena, o que aconteceu em agosto deste ano.
O presidente da Câmara de Vilhena, salienta que o projeto e o método terá total apoio da Câmara de Vereadores de Vilhena, “Os resultados para a sociedade são bons, e para os cidadãos que cometeram erros no passado, terão uma nova chance”, disse Adilson.
O promotor Elício Almeida classifica o sistema da APAC com a única solução para o sistema prisional brasileiro, “Visitei a APAC em Minas Gerais, você esquece que está no Brasil, é tudo diferente do sistema prisional brasileiro, é a única luz no fim do túnel para se recuperar os detentos no Brasil”, disse Elício.
O objetivo da audiência pública desta sexta-feira é a apresentação do eficaz método à comunidade vilhenense, que dá dignidade e uma nova chance aos detentos que se esforçam no sentido de se reintegrar à sociedade.
DICOM 

Comentários

Faça seu comentário

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos requeridos são marcados *

*

Ir para o topo