Free songs
Vilhena, Rondônia, - E-Mail conesulnoticias@hotmail.com

Página inicial / Capa / Micro e pequenas empresas empregam mais gente

Micro e pequenas empresas empregam mais gente


Notícia publicada em 3 de setembro de 2018

Nos últimos quatro meses, os pequenos negócios abriram mais vagas do que demitiram. Com relação ao total verificado no ano, essa categoria criou 264,3 mil vagas, enquanto as empresas de maior porte fecharam 169,2 mil postos no mesmo período. Pelos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), compilados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), no mês de julho aconteceram 1.167.770 contratações e 1.131.870 dispensas de trabalhadores com carteira assinada.

DSC_0179

As micro e pequenas empresas (MPE) encerraram o mês de julho com saldo de 43,7 mil empregos gerados, enquanto as médias e grandes fecharam 6,8 mil postos de trabalho. Para o diretor presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, “as MPE têm uma relação pessoal no trato do emprego, o que faz com que a última coisa que pensem é em desempregar. A substituição de mão de obra por máquinas é um dos motivos que leva as grandes corporações a fazerem mais cortes”.

De acordo com os proprietários em Rondônia, os segmentos de pequenos negócios têm buscado alternativas para vencer as dificuldades. Por viverem de suas empresas, eles precisam que seus processos produtivos funcionem bem, com margens de contribuição suficientes para não fechar. Para não deixar de vender em época de crise, os empresários de micro e pequeno portes buscam soluções que diminuam o custo de seus produtos e serviços, procurando cativar seus clientes e escolhendo funcionários polivalentes, para que, na eventual substituição de tarefas, disponham de mão de obra capaz de satisfazer as necessidades. A criatividade é indispensável nas MPE, tanto por parte dos empreendedores quanto de seus empregados.

Os dados apontam que, no mês de julho, o setor de serviços foi o que mais gerou empregos entre os pequenos negócios, com 18 mil vagas, seguido pelo comércio, com 10,3 mil. Esses números não são dos mais estimulantes no cenário nacional, mas, de acordo com Roger Ribeiro, vice-presidente da Junta Comercial de Rondônia (Jucer), o exercício de 2018 tem dado sinais de recuperação, pelo menos no total de MPEs que foram abertas, 2.725. Destas, 849 (31%) foram abertas nos meses de julho e agosto, sinalizando semelhança com a tendência nacional. Para Vladimir Oliani, Presidente da Jucer, a rapidez e facilidade para se abrir empresas em Rondônia também contribuiu para o incremento de registros. A parceria com o Sebrae em Rondônia, com a Redesim – Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios permite a abertura, alteração, baixa e legalização de empresas de forma rápida sem burocracia.

Comentários

Faça seu comentário

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos requeridos são marcados *

*

Ir para o topo